Saltar para o conteúdo

O chavalo Rudolfo e a mamã Sónia

Janeiro 17, 2012

bullying-450x338

.

O Rudolfo, com 18 anos, foi aquele que filmou e publicou no Youtube a triste cena de agressão a Filipa, com 13 anos, nos arredores do Colombo em Maio de 2011. O caso, sobretudo pela violência das imagens, chocou o país e acabou nos tribunais. Depois de várias audiências, os arguidos foram considerados culpados, tendo-lhes sido atribuídas penas suspensas. No caso do Rudolfo, o juíz condenou-o a dois anos e dois meses e à obrigatoriedade de colaborar com entidades como a APAV no apoio a vítimas de crimes violentos ou de acidentes de viação, durante o período de suspensão da pena.

Em julgamento, Rudolfo disse estar “arrependido” ou que “não volto a fazer aquilo”. O juiz-presidente disse ter tido em consideração a idade dos arguidos e as infâncias em “meios desfavorecidos”, julgando que a “simples ameaça de prisão” será suficiente para que estes jovens não voltem a cometer crimes. Mas alertou os arguidos de que, caso as expectativas do colectivo sejam defraudadas, “as penas serão cumpridas”.

Rudolfo terá saído do tribunal a repetir estas palavras: “Tu não podes filmar cenas bacanas de pancadaria e publicá-las na Internet”. Nisto, apanhou pela frente um repórter do CM. Digamos que os instintos do Rudolfo – talvez consequência da tal infância em “meios desfavorecidos” e alimentados pela mamã Sónia – despertaram a velocidade mais rápida que o pensamento. Tragédia. O seu cérebro bem tentou travar a perna, enviando para os músculos as palavras “Arrependimento”, “Não volto a fazer”, “Olha que o juíz disse aquilo”. Mas era tarde demais. O instinto já tinha impulsionado a perna de forma imparável em direcção aos tomates do jornalista do CM. TAU! Toma que já levaste!. Antes disto, o advogado do Rudolfo declarava-se confiante que o jovem “tem perfil” melhorar. Ainda bem que não pôs as mãos no fogo.

A mamã Sónia até poderia ter dito: “RUDOLFO! TÚ NÃO TE DESGRACES!”. Mas não. A mamã Sónia, em solidariedade com o filho, afinfou um estaladão na cara da repórter fotográfica do CM que também andava por ali. E ainda espetou o dedo a todos os presentes “FUCK YOU!”.

De salientar que segundo dados estatísticos da Direcção-Geral dos Serviços Prisionais, no terceiro trimestre de 2011, os estabelecimentos regionais tinham cerca de 3235 reclusos para um limite de 2502 vagas. Os estabelecimento prisionais, além de apresentarem condições “miseráveis“ e uma média de mortes que é o dobro dos países do Conselho da Europa, estão sobrelotados ou perto do seu limite máximo.

Ai Rudolfo, o que fazer contigo?

 

 

One Comment leave one →
  1. Janeiro 19, 2012 12:20 am

    Dar com um filho de uma velha que o pusesse no hospital por uma boa série de mesas e que a sua “santa” mãe levasse um par de murros na fachada…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: